Importância do Visual Merchandising para pet shops

Consultoria especializada em negócios pet

Importância do Visual Merchandising para pet shops

22/12/2021 Gestão Pet 0
Visual Merchandising PetShop

Antes de tudo, é necessária uma reflexão para falarmos sobre Visual Merchandising! Já ouviu falar que a primeira impressão é a que fica? Com certeza, sim! A aparência do ponto físico é um grande decisor de compra para o consumidor. Isso acontece porque 80% dos nossos primeiros estímulos são visuais.

Assim, investir na aparência do seu pet shop é muito mais que estética, é uma estratégia de venda. Nesse sentido, preparamos um artigo explicando a importância do Visual Merchandising para o seu negócio. Confira a seguir como essa técnica valiosa pode te ajudar. Boa leitura!

O que é visual merchandising?

Primeiramente, vamos falar sobre o Merchandising. Ele é uma ferramenta de marketing que trabalha um produto ou marca dentro do ponto de venda. Comum em shoppings e supermercados, essa técnica promove destaque ao item de compra a fim de chamar atenção do consumidor. Além disso, o seu objetivo é motivar e influenciar a decisão de compra do cliente.

Já o Visual Merchandising, tem o foco principal no ponto de venda (PDV).  Assim, todas as etapas se tornam estratégicas. Itens como a disposição dos produtos, planejamento visual, comportamento de compra e a gestão de processos são pensados. O principal apelo dessa ferramenta é o nosso sentido mais utilizado no primeiro contato: a visão!

 

De que forma o visual merchandising impacta no mercado pet?

Quando adotamos boas práticas de Visual Merchandising, laços são fortificados entre a loja e os clientes. A experiência de compras se torna extremamente marcante e positiva. Com isso, os consumidores se tornam fiéis à empresa e grandes influenciadores da marca.

Mas não podemos esquecer do principal: o aumento das vendas! Inicialmente, isso pode vir de forma lenta, mas no geral as vendas crescem de forma significativa. No mercado pet, atualmente, a concorrência é grande. Muitas vezes, o diferencial será a experiência criada dentro do seu PDV. Todos os detalhes precisam ser olhados e notados estrategicamente.

Além disso, através do Visual Merchandising é possível criar uma identidade visual marcante e bem definida. Sabe aquele detalhe que o público sempre se lembrará de você? Esse é o caminho! Em geral, essa estratégia é importantíssima para construir e reforçar a identidade de uma empresa no seu ponto de venda.

 

Elementos básicos do Visual Merchandising

Anteriormente, falamos sobre a importância de prestar atenção em todos os detalhes estrategicamente. Esse é um dos grandes pilares do Visual Merchandising. É inegável que cada ponto precisa ser olhado com atenção, pois ele faz toda diferença no resultado. Confira a seguir os elementos básicos do VM:

Iluminação

Ela é a responsável por transformar o nível de conforto e acolhimento do seu ambiente. A iluminação precisa ser suficiente, nem muito escura e nem excessivamente clara. Simultaneamente, não podemos esquecer da climatização. Ela é importantíssima para o cliente e precisa ser analisada com cautela, pois pode causar desconforto. Escolha sempre um meio termo.

Vitrine e fachada

Definitivamente, é a responsável pela primeira impressão. A vitrine precisa ter aquele “gosto de quero mais”. Ela deve ter a capacidade de comunicar o valor da marca de forma silenciosa. Apenas com a visão, o cliente conseguirá ser convidado para entrar e visualizar o interior da loja.

Higiene e limpeza

Item de extrema importância que dispensa comentários. Um ambiente limpo é item obrigatório em qualquer ponto de venda. Esse elemento transcende o Visual Merchandising e precisa ser seguido independente das estratégias criadas.

Segmentação e layout

O layout da loja e a forma que ela está segmentada faz parte do Visual Merchandising. Quando falamos de pet shops, é bem interessante trazer ao PDV elementos que remetem a isso. A não distinção entre os setores confunde o cliente e prejudica a experiência de compra. Você deve segmentar o espaço disponível em diferentes seções. Por exemplo, acessórios, alimentação, farmácia veterinária, higiene, limpeza e espécie de animais. Uma boa sinalização da localização dos setores também é recomendado. 

Organização e instalações

A organização de um ponto de venda pode ser um grande desafio, principalmente para quem está começando agora. Não basta ter um ambiente organizado se não há estratégia por trás do processo. Cada item a ser posicionado precisa ser pensado antes de ter as suas disposições. Assim, as gôndolas precisam ser arrumadas de acordo com a necessidade e ponto de vista do cliente. Da mesma forma que as instalações do espaço também.

Comunicação visual

A comunicação visual será a sua aliada principal em marcar e reforçar os valores da empresa na mente dos consumidores. Anteriormente, já falamos sobre como a visão é importante na decisão de compra. Por isso, ter uma comunicação visual definida faz toda diferença no seu ponto de venda.

Conclusão

Por fim, precisamos reforçar a importância dos colaboradores para que esse projeto dê certo.  Todos precisam estar alinhados com a cultura e os valores da empresa. De nada adianta ter uma loja bonita com um péssimo atendimento.

A Gestão de Processos é importante para mapear todo o fluxo da loja, proporcionando, assim, uma boa experiência ao cliente.

Sabemos que são muitas informações, e isso pode te confundir em alguns aspectos, mas podemos te ajudar! Através da nossa Consultoria Pet, organizamos vários pontos do seu negócio para que ele decole.

Além disso, também damos diversas dicas em nosso Linkedin. Siga-nos lá e fique por dentro das novidades!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *